Fórum RPG somente para jogadores dentro o grupo. Caso tenta interesse em entrar, entre em contato com a administração.


    [#01] Turno Livre – Sala de Reuniões

    Compartilhe
    avatar
    Rin Damien
    Virgem

    Mensagens : 287
    Data de inscrição : 05/03/2014

    [#01] Turno Livre – Sala de Reuniões

    Mensagem por Rin Damien em Sab Abr 12, 2014 1:49 am

    Horário: Começo da tarde.
    Membros: Rin e Ren.
    Resumo: Os dois guerreiros, extremamente parecidos em aparência, apesar de extremos opostos, são mandados para pesquisar sobre os monstros que previamente invadiram a nave.

    -

    Não era exatamente uma missão. E não seria algo que desagradaria a Rin, em circunstâncias normais. Com alguém normal. Fora mandado para pesquisar sobre os monstros que há tão pouco tempo haviam atacado a nave e causado um grande caos, deixando muitos feridos, o conselho abalado, e reforçado a segurança do sistema. Mutações já eram acontecimentos normais e pesquisados, mas o fato que aqueles monstros em específico poderiam se regenerar era algo nunca visto antes. Depois iria para o laboratório analisar as amostras que conseguiram guardar dos seres (agora desinfetadas, é claro, apesar do virginiano não achar que ajudaria no cheiro que mal queria lembrar), mas por enquanto tinha que procurar informações sobre estes, ou a mistura de monstros e mutações e como teriam possibilidade de ter acontecido, de onde seria mais provável terem surgido e quem os teria trazido, apesar de achar todos os guerreiros pensassem a mesma coisa. Havia uma pessoa extremamente suspeita. Louis.

    Seria um trabalho menos complicado do que parecia, até agradável, se não tivesse sido designado para fazê-lo com Ren. Apenas rezava para que a hiperatividade do sagitariano não atrapalhasse tanto, e que ele não falasse a cada dez segundos sobre coisas completamente irrelevantes. O encontrara na sala de reuniões, e apesar de ter notado as raízes alheias ligeiramente mais claras que o resto do cabelo normalmente alaranjado, decidiu não comentar. Então, o sagitariano era loiro naturalmente. Mesmo que no fundo de sua mente aquilo o incomodasse, porque loiro, eles seriam ainda mais bizarramente parecidos, não era uma prioridade no momento. O cumprimentou com um aceno de cabeça e um sorriso frio, e se sentou em frente de uma das muitas telas do local.

    Esta era formada por um dos microprojetores da mesa que ocupava boa parte do ambiente, e o permitia buscar qualquer informação e analisa-las apenas com voz ou toque, contendo toda a database de informações necessárias e classificadas sobre o que pesquisariam. Esperava que Ren sentasse ao seu lado e começasse a pesquisar em outra tela, apesar de ainda não saber como alguém como ele poderia ser de alguma ajuda naquilo. Porém, eram ordens de superiores, que não eram exatamente questionáveis. Começou a ativar os comandos e botar as senhas necessárias, se concentrando no que precisava ser feito.


    Última edição por virrrin em Qui Jun 19, 2014 5:33 pm, editado 1 vez(es)
    avatar
    RenWalker

    Mensagens : 42
    Data de inscrição : 26/02/2014
    Idade : 23
    Localização : Qualquer lugar

    Re: [#01] Turno Livre – Sala de Reuniões

    Mensagem por RenWalker em Sab Abr 12, 2014 3:08 am

    Por ordem de Abel e do Conselho Supremo, acharam melhor que Ren fizesse uma breve investigação sobre os vestígios deixados pelos monstros no dia em que a catástrofe aconteceu, e que Ren deveria fazê-lo com Rin. De início, o sagitariano não curtiu muito a ideia... Afinal, Rin andava com o nariz em pé, para o ruivo, o loiro se achava o superior e, com suas manias de limpeza, queria limpar tudo o que via pela frente e criticava tudo o que podia. Apesar do jeito também um pouco crítico e metido à filósofo, o jupiteriano não aprovava muito tal comportamento do virginiano, e ambos mal se falavam quando não se tratava de uma missão ou ordem superior. Então, se era para fazer, deveria fazer.

    Adentrou à sala de reuniões com o loiro, que já se preparava para a investigação. Ren se pôs sobre o assento oposto, ativando o sistema num computador de alta tecnologia para dar início às pesquisas, com alguns frascos num suporte, ao seu lado, contendo o necessário para tal. Digitou algumas coisas sobre o teclado tecnológico; não era físico e também não era o touch de "antigamente"; um teclado 3D, que era criado através de luzes, se colocava em frente ao equipamento e o usuário passava levemente seus dedos pelo ar, selecionando a tecla desejada e realizando o comando. Ren sabia manuseá-lo muito bem.

    Após um tempo ali, em pleno silêncio - sabendo que Rin não apreciava seu jeito solto e barulhento -, Ren não conseguiu se conter. Odiava o silêncio, a falta de assunto, e dava graças sempre por falar e falar sem perder sua concentração. O ruivo girou a cadeira, e ao entrar ali, percebeu o olhar meio torto do virginiano, mas achou melhor ignorar isso. E se tentasse falar com ele? E se tentasse, pelo menos, se tornar um bom colega dele? Afinal, ele vivia na nave da Terra... E Ren estava quase sempre lá.

    "Rin Damien, não é?" Sorriu. O tom de voz era baixo, em respeito, até mesmo, ao loiro. "Você tem cara de quem viveu na floresta. Consegue controlar qualquer coisa ligada à natureza, não é?" Se levantou da cadeira, indo até o suporte com os frascos e apanhou um deles. O segurou, o olhou fixamente, deixando-o na mesa para a pesquisa e, antes de abri-lo, realizou os procedimentos e colocou os equipamentos, verificando o que havia no conteúdo do frasco.

    "Sabe, acho engraçado a forma que nossos nomes se parecem. Quer dizer, não temos nada a ver um com o outro! Somos totalmente opostos. É como se você fosse uma versão delicada de Harold." Sorriu ao dizer, sem tirar seu foco daquele troço nojento e fedorento que saiu do monstro.
    avatar
    Rin Damien
    Virgem

    Mensagens : 287
    Data de inscrição : 05/03/2014

    Re: [#01] Turno Livre – Sala de Reuniões

    Mensagem por Rin Damien em Sab Abr 12, 2014 3:59 am

    No começo ficaram em silêncio, e apesar de Rin ter, não a impressão, mas a certeza de que não duraria muito, aproveitou aquele momento de concentração, buscando nos arquivos informações que poderiam ajudar de acordo com o que presumira dos monstros.  E estava certo; uns poucos minutos depois lá estava o som de palavras que preferia não estar ouvindo. Reclamar não vai me levar a nada. Suspirou internamente, prestando atenção ao que era dito. Absolutamente nada de relevante ao que estavam fazendo. – É. Eu sou um índio. – Falou, com o sorriso de sempre no rosto, absolutamente nenhuma inflexão no tom para indicar que não estava falando sério. Mesmo que pudesse ignorar, não gostava do modo como o sagitariano também notava que eram parecidos. De personalidade era parecido com Harold, certo. Talvez se fosse uma cria dos dois. Descartou o pensamento, com certo nojo, antes de continuar a falar, para desmentir o que dissera anteriormente. - Nasci na nave mãe, num lugar que tinha mais natureza. Mas sou melhor em cura.

    Não estava animado para continuar a conversa, mas, o virginiano, apesar de tudo, ainda era educado, ao menos quando estava de bom humor. O que não era seu estado atual, exatamente, mas era o suficiente para continuar uma conversa enquanto não achava nada demais sobre os monstros. Pegou um dos fracos para a análise, após terminar de examinar certas informações e se preparar. Mesmo que fosse algo absolutamente nojento, se pensasse que eram nada mais que componentes orgânicos pra serem analisados, seu problema com limpeza sumia, ao menos um pouco. – E essas coisas acontecem. – Continuou, num tom desinteressado, em resposta aos comentários sobre serem parecidos. Havia várias pessoas no mundo praticamente iguais. Queria muito que fosse coincidência sua semelhança com Ren, apesar de saber muito bem que podia não ser.  Não tinha a mínima ideia de quem era seu pai, e uma das razões de entrar para os guerreiros após a morte de sua mãe fora descobrir a identidade do sujeito, e de preferência, dar um fim nele. Balançou a cabeça de leve, como se para espantar o pensamento. Era o único assunto que realmente o afetava.

    Algo correu em sua mente, quando tentava afastar os pensamentos inúteis. Se o sagitariano realmente tivesse algum parentesco consigo, algum tão próximo como irmãos, não seria contraprodutivo tentar não pensar no assunto? Como não pensara naquilo antes? No entanto, não se pronunciou. Ele provavelmente voltaria a falar. Agora, o virginiano queria ouvir, procurar informações sutis sobre algo que poderia ser relevante, antes de julgar. Porém, ainda torcia para que não fosse verdade, apesar de agora estar genuinamente curioso.
    avatar
    RenWalker

    Mensagens : 42
    Data de inscrição : 26/02/2014
    Idade : 23
    Localização : Qualquer lugar

    Re: [#01] Turno Livre – Sala de Reuniões

    Mensagem por RenWalker em Dom Abr 13, 2014 9:03 pm

    Eu achava que você fosse um chato mesquinho, sabe? Na verdade, continuo achando, mas até que você não é tão chaaaato assim. – Falava enquanto observava num microscópio o conteúdo de um dos fracos, que pertencia ao cadáver de um dos monstros enfrentados há uns dias. O fato era que Ren nunca prestara atenção no loiro, mas que o mesmo, sendo coincidência ou não, parecia muito consigo. Claro, não eram idênticos; alguns pequenos traços diferenciavam ambos, inclusive o jeito chamativo e os cabelos ruivos do sagitariano com o jeito retraído, cuidador e um pouco neurótico (por limpeza) do virginiano. – Eu não conheci minha mãe... Mas meu pai diz que ela foi uma grande mulher, e muito bonita. – Afastou os olhos do equipamento após checar o conteúdo, fitando o mais novo. – E que ela era dona de belos peitões. Ele era um safado. – A face de Ren chegou a ser engraçada de tão "blergh" que parecia. Afinal, era estranho ficar pensando em coisas do tipo... Mesmo que o pai de Ren fosse muito bonito, era nojento pensar que seu pai e sua mãe... Ew!

    Bom, ao menos descobrimos que, o que causou esse cheiro horrível... – Sua incrível capacidade de mudar de assunto rapidamente sem que alguém fique no vácuo ou algo do tipo. Ren dominava essa arte. – ... Foi o mesmo elemento que se dá a alguma coisa podre. É como se fosse um monstro vivo com carne podre. – Mas, para explicar de forma que alguém entenda, o sagitariano era um fiasco. – Parece que peidaram nesse frasco ou espremeram um gambá aqui dentro, e já sei o motivo. Devo entregar para Abel ou jogo na cabeça de alguém? Poderia render uma brincadeira bacana!

    Ria sozinho, baixo, guardando o frasco com o conteúdo e também a pequena amostra que estava no vidro, naquele microscópio. Fez todos os procedimentos corretos e seguros, e em seguida, retirou as luvas e lavou as mãos numa pia no canto da sala, própria para isso. Voltou ao computador e se sentou, digitou algumas coisas - o relatório do que havia pesquisado - e ficou girando na cadeira como um retardado, até voltar a ficar de costas para o virginiano.

    Mas hein, você me lembra alguém... Me lembra muito alguém. – Girou a cadeira, ficando de frente para o loiro. – Você conhece um Dimitri? Ele é muito bonito, aliás. Alto, forte, atraente... Geralmente ele é o bonzão por onde passa, e ninguém nunca conseguiu pará-lo. – Sorriu triste ao descrever parte de seu pai que não explicava nada. Mesmo que não explicasse, para si, aquilo tinha um significado enorme, afinal, não sabia se era realidade ou coisa de sua cabeça quando o viu e o escutou.

    Talvez Hans esteja certo... Eu devo ter batido a cabeça com muita força... Pensou.
    avatar
    Rin Damien
    Virgem

    Mensagens : 287
    Data de inscrição : 05/03/2014

    Re: [#01] Turno Livre – Sala de Reuniões

    Mensagem por Rin Damien em Ter Abr 15, 2014 9:40 am

    Fez questão de ignorar metade das coisas que Ren passara a falar, já que o nível destas era... Digno do sagitariano. Ou seja, algo que não valia a pena se preocupar em fingir prestar atenção. Sabia que a própria personalidade não era agradável para muita gente, mas não tentava nem nunca tentaria agradar ninguém mais depois de sua mãe. Tudo que ainda fazia, era por ela, mesmo estando morta, e o que os outros achavam de si era apenas importante se tivesse qualquer relevância para algum problema. O que, normalmente, não tinha. E, apesar de estar ouvindo atentamente o que o sagitariano dizia sobre o pai, o desagradava o modo como falava da mãe. Se dê ao respeito, mesmo que não conheça ela. Reprovou, em pensamento, enquanto continuava sua análise dos monstros.

    - Não jogue isso em ninguém. Você não sabe no que pode dar. Já tivemos experiências o suficiente com seres invadindo organismos. – Seu tom era de repreensão, e definitivo. – Seres em decomposição não deveriam se mexer como bichos normais. Tudo que deveria se mexer neles são os organismos microscópicos que fazem o processo acontecer. Eles não poderiam funcionar assim, e dá pra se presumir que realmente estavam mortos quando atacaram, apesar de não conseguirmos analisar um deles se mexendo, ou algo assim. Então... Os genes mutados vão ser analisados pelo departamento de pesquisas, pra vermos se existe algum jeito disso ser possível. Mas, eu não duvido que possa ser mágica. E não qualquer uma... Se for, é magia negra, e poderosa. – Concluiu, lacrando a amostra, tirando as próprias luvas, as descartando e indo lavar as mãos, como o outro fizera, apesar de demorar um pouco mais de tempo com a higiene. A possibilidade o preocupava, mas era uma informação que Abel teria que ouvir e decidir o que fazer com a situação.

    Ao voltar, sentou-se e passou a escrever o relatório necessário, apesar de estar ouvindo a fundo pela primeira vez o que Ren tinha a dizer. Eu acho que pareço com você. Também não verbalizou o pensamento, mas com quem mais ele poderia achar que o virginiano pareceria? Ele nunca olhara num espelho? Porém, o motivo de realmente prestar atenção desta vez, foi o modo que o sagitariano falava sobre o tal homem. Dimitri. Poderia ter achado que era apenas um dos muitos amantes que ouvira que o ruivo já tivera, mas do jeito tão melancólico que aquela pessoa fora descrita, tinha outra impressão. - Não, não conheço. Quem era, exatamente? - Questionou, em um tom mais ameno do que usara até então.

    Conteúdo patrocinado

    Re: [#01] Turno Livre – Sala de Reuniões

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Jun 27, 2017 8:19 am