Fórum RPG somente para jogadores dentro o grupo. Caso tenta interesse em entrar, entre em contato com a administração.


    [TESTE] Klaus Löwe

    Compartilhe
    avatar
    Arthemis W.
    NPC

    Mensagens : 53
    Data de inscrição : 10/12/2014
    Localização : Na cova

    [TESTE] Klaus Löwe

    Mensagem por Arthemis W. em Qua Dez 10, 2014 5:42 pm

    Há um tempo havia recebido uma requisição do Líder do Conselho Supremo. Em frente a uma escrivaninha, sentada em uma cadeira e imersa em seu silêncio contínuo, a mulher cruzava os dedos numa posição pensativa. Quanto tempo fazia que não tinha contato com um regente? Provavelmente, desde que resolvera se casar com um deles. Não sabia exatamente como seria a nova geração de guerreiros, muito menos sabia com quem teria de lidar. Não estava receosa, mas ao menos, planejando como lidaria com aquilo tudo. Era metódica demais para não precipitar qualquer situação e então, as medidas para as mesmas. O antigo regente de Leão e também com quem havia desposado, Hawk, havia lhe comunicado sobre o pedido que Abel fizera a sua pessoa. Quando lia a requisição, realmente admitiu que não havia ninguém mais preparado do que ela para aquela tarefa. O regente de Capricórnio e o regente de Aquário? Irmãos, hm? Pelo decorrer dos anos e o espaço entre eles e, também pela capacidade de quem conhecia, não seria muita surpresa se encontrasse um dos filhos de Easley, seu antigo rival para a regência do signo da cabra. Não ressentia por nada, ele havia merecido. Sua capacidade ia além das mesmas condições que ele tinha e ela respeitara aquilo. Ainda assim, havia perdido. Porém, no momento, se lutasse novamente com o Easley daquela época, o esmagaria sem precisar de muitos esforços. E agora, treinaria dois rapazes aparentemente novos para o cargo. Hunf. Embora minha idade na época estivesse regulando isso, também. Descruzou as pernas, levantando-se. Era uma mulher alta que não aparentava em nada os anos que carregava nas costas. Vestia-se comumente com roupas que tampassem quase todo seu corpo, como calças compridas, botas e camisas de mangas. Luvas eram opcionais, mas ataduras eram mais frequêntes. Rara entre as pessoas do seu signo e se diferindo do albinismo comum entre os capricornianos, Ophelia tinha os cabelos negros e os olhos esverdeados, além da pele clara, porém normal. Seu corpo tampado tinha uma razão, facilmente sugerida pelas cicatrizes vistas em parte de seu rosto e pescoço, como se preenchessem todo seu físico. Marcas de todo seu esforço até chegar ao nível em que estava. Ao ponto do próprio Líder Supremo pedir sua ajuda para treinar dois de seus guerreiros.

    Mas antes, avisar a quem precisava. Dirigiu-se calmamente, porém em passos largos e rápidos, até uma das salas da Ala de Treinamento subterrânea da enorme mansão onde vivia. Provavelmente, ele estaria lá. A frente da sala, avistou o enorme leão branco, deitado como um gato preguiçoso. Embora o animal tivesse pleno contato, tanto com Hawk como com Klaus, sua presença nunca fora hostil para ele. Passou ao lado do felino, depositando uma leve carícia em sua juba, recebendo um calmo olhar da fera albina. Sorriu sutilmente em resposta. Não adentrou a sala, onde haviam várias máquinas de exercício e cabines para simulações de batalha. Aquela casa havia sido construída para aquilo. Afinal, tinha objetivos a alcançar e não poderia fraquejar seu físico, em prol do fortalecimento de sua mente. Porém, com o tempo, aquelas salas foram sendo mais usadas pelos homens da casa, enquanto ela se enfiava em pesquisas.

    Klaus! — Chamou-o. A voz feminina e madura ecoou pela acústica do lugar, não sendo necessário uma repetição do nome. Apenas aguardou o filho responder seu chamado.
    avatar
    Klaus Löwe
    Leão

    Mensagens : 15
    Data de inscrição : 10/12/2014

    Re: [TESTE] Klaus Löwe

    Mensagem por Klaus Löwe em Qua Dez 10, 2014 7:31 pm

    Klaus seguia sua rotina de treinos tal como fazia diariamente, porém, dessa vez era acompanhado de seu pai, afinal Hawk era além de tudo seu mentor e exigia que treinassem juntos ao menos uma vez na semana, treino esse que mostrava-se bem mais difícil do que quando praticava sozinho, mas que ainda assim, para Klaus era muito melhor, já que o leonino gostava de treinar e superar as próprias habilidades.
    Naquela tarde após a bateria de exercícios executados na academia, Klaus e Hawk focavam-se em treinar magia, a mansão onde viviam, especificamente uma sala da  academia, proporcionava aos leoninos total liberdade para usar magia de ataque e era exatamente aquilo que fazia quando a voz tão conhecida chamava por seu nome.  Estranho...minha mãe não costuma atrapalhar os treinos. Olhou para o pai e apenas o viu acenar  em direção a saída da  sala, sabia bem como a mãe ficava se a fazia esperar por muito tempo.
    Logo em passos extremamente calmos começava a caminhar, passando pelos diversos aparelhos ali bem dispostos enquanto secava o próprio suor com uma toalha a qual repousava sobre os ombros assim que terminava. A parte superior do corpo masculino era bem definida e agora encontrava-se  exposta uma vez que treinava sem camisa, afinal, a maioria de suas magias envolviam fogo e qualquer erro mínimo poderia ter consequências graves, não que Klaus cogitasse a ideia de errar, porém, gostava de ser prevenido sempre e em tudo que fazia, tendo ambas as mãos envolvidas por ataduras, resultado dos treinos árduos.


    Permitiu-se sorrir ao que finalmente avistou a mulher e só então aumentou a velocidade dos próprios passos até que parasse frente a mulher —Mãe! Algum problema? — Olhava a capricorniana a sua frente, arqueando uma das sobrancelhas curioso sobre o motivo da ‘visita’ feminina naquele horário.
    avatar
    Arthemis W.
    NPC

    Mensagens : 53
    Data de inscrição : 10/12/2014
    Localização : Na cova

    Re: [TESTE] Klaus Löwe

    Mensagem por Arthemis W. em Qua Dez 10, 2014 8:10 pm

    Imaginou que o rapaz estivesse concentrado em seus treinos e com a companhia do pai, aquilo se tornava ainda mais rígido. Porém, aprovava aquele tipo de método, pois só com desafios a evolução era possível. Cruzara os braços, esperando não por muito tempo até que avistava aqueles cabelos acinzentados e o sorriso que sempre lhe recebia. Era relaxante vê-lo bem, mesmo que fosse quase cotidiano. Mas o que demonstrou foi uma expressão de desaprovação, franzindo o cenho, ao ver o rapaz desnudo. Havia proteção corporal para o tipo de treinamento que faziam, mas não importava o quanto insistia, nem Hawk nem Klaus obedeciam. Como qualquer felino desobediente. Suspirou; pelo menos ele não estava machucado no treinamento daquele dia. Era sempre um problema quando um dos dois aparecia com uma queimadura ou outra, mas pelo menos, tinham habilidade para se safarem de ferimentos mais letais.

    Não vou nem comentar sobre esse corpo desprotegido. Só ataduras não vão fazer todo o trabalho. — Suspirou, rígida e crítica como sempre. Mesmo que tudo não passasse de apenas preocupação e o sentimento de proteger o que lhe era querido. — Desculpe por interromper seu treino com seu pai, mas bem... Recebi um comunicado hoje de manhã. De Abel. Já lhe falamos dele e como seu pai já o serviu. Aceitei o pedido que me foi feito para treinar dois dos guerreiros dele, mais jovens que você. Então, eu preciso que cedam uma boa parte da Ala de Treinamentos e também, que se disponham a receber os visitantes como se deve. Você e o seu pai. — Explicou tudo e a última frase soou mais como uma ordem do que uma sugestão. Era da personalidade da mulher ser autoritária e, mesmo Hawk perecia à sua palavra quando necessário. Porém, a expressão que fez em seguida foi serena, dando espaço para qualquer objeção ou crítica construtiva que seu filho pudesse fazer. Sabia que precisava dar a liberdade aos dois de se queixarem de vez em quando e conhecia bem a criança que criou, até virar o homem a sua frente. Pacientemente, esperou a resposta do rapaz.
    avatar
    Klaus Löwe
    Leão

    Mensagens : 15
    Data de inscrição : 10/12/2014

    Re: [TESTE] Klaus Löwe

    Mensagem por Klaus Löwe em Qua Dez 10, 2014 9:20 pm

    Rir foi tudo que Klaus conseguiu fazer ao ouvir a fala da mãe, aquilo era tão normal para si, não tinha muito o que dizer ou fazer, havia se acostumado com aquela preocupação e até mesmo gostava de como ela se importava, sentia-se importante com aquilo, ainda que soubesse que a mulher acharia qualquer coisa mínima para criticar, achava de certa forma divertido e o leonino apesar do gênio forte jamais respondia ou criticava uma ordem da mãe, até por que sabia que sempre ela estava certa. — Mãe...estou bem! sem nenhum machucado dessa vez, vê? — O tom do rapaz era um tanto divertido e provocativamente ele dava uma pequena volta como se quisesse garantir para a mulher que estava realmente intacto.

    Porém logo a expressão até mesmo divertida do homem diminuía e voltava a ser um tanto séria e rígida, ouviu com atenção as palavras da mãe e de forma até mesmo inconsciente fez uma leve careta, teriam visitas? Odiava visitas, primeiro pelo simples fato de ter que dar espaço em sua casa para outra pessoa e aquilo lhe parecia pior ao saber que teria de dividir a atenção da mãe e provavelmente do pai que adoraria saber sobre os novos regentes, Klaus podia perder as contas de quantas vezes ouviu histórias do pai sobre sua época de regente. Como se não pudesse piorar ouviu que não era um guerreiro e sim dois, mais jovens que Klaus. Crianças... Foi o primeiro pensamento a rondar a mente do leonino que agora revirava os olhos nas orbes e deixava um longo suspiro escapar dos lábios, duas crianças, era só o que lhe faltava.
    Ao ouvir o fim da fala alheia erguia o olhar até a mulher deixando que os olhos claros analisassem os semelhantes. — Mãe...que você é provavelmente a mais sábia e mais indicada para treinar quem quer que seja, não tenho dúvidas,  mas é realmente necessário termos estranhos em nossa casa? Não aprovo isso, mas acredito que não é uma decisão na qual eu deva me envolver, não os aprovo, porém...serei um bom anfitrião...nas minhas limitações..treinarei em outro lugar, pode usar a academia, mas, os mantenha longe da minha sala, é só o que eu peço.— Fora bem direto no que queria, no fundo não seria exatamente um bom anfitrião, iria tentar ignorar a presença dos estranhos em sua casa, mas precisava garantir que ao menos sua sala de treinamento não seria invadida por eles também.
    avatar
    Arthemis W.
    NPC

    Mensagens : 53
    Data de inscrição : 10/12/2014
    Localização : Na cova

    Re: [TESTE] Klaus Löwe

    Mensagem por Arthemis W. em Qua Dez 10, 2014 10:06 pm

    Preocupada como era e mesmo que o filho estivesse apenas fazendo graças, realmente aproveitou para observar se não tinha nenhum ferimento estranho no corpo deste. Sutilmente, suspirou aliviada em não ver nada. Estava tudo certo, realmente. Porém, já esperava escutar parte daquele discurso vindo de Klaus. Até mesmo entendia parte do pensamento do filho: dividir a própria casa com estranhos sempre era desconfortável. Mas tinha interesses próprios também, em ter aceitado aquele pedido de Abel. E como já havia confirmado, não tinha forma alguma de voltar atrás com suas responsabilidades. Era severa não só com os outros, mas muito mais consigo mesma. E exatamente por isso, não deixava sua rigidez afetar totalmente sua atitude como mãe. Sabia que além de disciplina, compreensão e afeto também eram necessários por igual. A mulher aproximou-se do rapaz, descruzando os braços e uma das mãos indo ao rosto do mesmo, acariciando-o devagar. Não era de sorrir, mas uma sutil satisfação nos lábios da capricorniana, se tornou presente.

    Infelizmente, não é algo com que eu possa voltar atrás agora, Klaus. Mas obrigada por entender, querido... Prometo que não vou deixar que se intrometam com nada seu e colocarei ambos na linha. Sabe que estarei aqui pro que precisar. Tanto a mim quanto a seu pai. Não se preocupe, sim? Ninguém invadirá seu espaço. — Deslizou a mão para a parte de trás da cabeça do rapaz, fornecendo um leve impulso para que o mesmo se abaixasse e pudesse beijá-lo de leve em sua testa. — Voltarei aos meus afazeres agora e você, volte ao seu treinamento. — Pediu, sorrindo de maneira mais espontânea, como se agradecesse ao tempo que tirara dos deveres de seu filho. Mas, como a capricorniana que era, não poderia sair sem mais alguma reclamação. Virou-se, franzindo o cenho de repente, como se estivesse realmente irritada. — E coloque alguma proteção antes que se machuque. Se seu pai estiver do mesmo jeito, eu não vou gostar nada. — Resmungou, enfim se retirando do local, depositando mais uma carícia no enorme leão que ficara apenas observando o diálogo, até então.
    avatar
    Klaus Löwe
    Leão

    Mensagens : 15
    Data de inscrição : 10/12/2014

    Re: [TESTE] Klaus Löwe

    Mensagem por Klaus Löwe em Qua Dez 10, 2014 10:50 pm

    Estava visivelmente descontente com toda a situação e a mãe parecia saber bem o que incomodava Klaus, ainda que o leonino não expressasse o que lhe aflingia de fato, sua mãe lhe conhecia tão bem...Como também conhecia seus pontos fracos e era exatamente com aquilo que mexia, iniciava um carinho calmo no rosto do maior o que o fazia deixar um murmuro baixo escapar dos lábios, semelhante a um ronronar de um gato, cerrando os olhos o mais novo movia de maneira sútil a cabeça contra a mão da mãe, afim de receber mais carinho ali, ainda que fosse extremamente breve, logo sorrindo com o beijo que recebeu no topo da cabeça mesmo que para recebe-lo tivesse que curvar o corpo, uma vez que era bem maior que a mãe  — Desde que ninguém invada meu espaço...temos um acordo.. Mas apenas para salientar..se eu pegar um dos dois, no meu território, seja quem for..vai se arrepender.—
    Bufou uma última vez apenas para recuperar a pose de antes, concordava com um aceno da cabeça quanto a voltar para o treino e quando já virava-se para retornar a sala de treinamento ouvia a voz da mãe, assim, virou-se para ela e mais uma vez permitiu-se rir baixo, fazendo uma leve careta ao ouvi-la. —Talvez...mas só talvez, seja interessante você ter o kit de primeiros socorros no quarto para meu pai mais tarde... —   Deu de ombros de maneira sutil e retomou a caminhada, aquilo era normal, um dos dois sempre saia com algum tipo de ferimento dos treinos que faziam, Ophelia no fim das contas já deveria estar acostumada com aquilo.

    Conteúdo patrocinado

    Re: [TESTE] Klaus Löwe

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Ter Jun 27, 2017 8:18 am