Fórum RPG somente para jogadores dentro o grupo. Caso tenta interesse em entrar, entre em contato com a administração.


    [#16] Não odeie a frô, ovelha

    Compartilhe
    avatar
    Rin Damien
    Virgem

    Mensagens : 290
    Data de inscrição : 05/03/2014

    [#16] Não odeie a frô, ovelha

    Mensagem por Rin Damien em Seg Mar 23, 2015 2:36 am

    Talvez nada  consideravelmente grande tivesse mudado em sua vida nos últimos dias, mas pelo que mudara, já se sentia de alguma forma melhor. Cortara definitivamente Harold de sua vida, e enquanto sentia falta do jogo que jogavam ou de visitar a casa de Arthemis, aos poucos estas pareciam ter mais relevância do que a vontade de vê-lo, o que era um avanço. Havia coisas que o incomodavam, não relacionadas àquele problema, mas estas apenas o tempo resolveria. Ninguém envolvido na confusão anterior estava necessariamente bem, mas imaginava que tinham a capacidade mental para superar e resolverem os próprios problemas. Os que ficavam presos em sua mente eram Arthemis, que estava particularmente abalada, e Nero, a quem sentia que devia muitos pedidos de desculpas e no mínimo, uma conversa sincera.

    Caminhava calmamente da faculdade – onde fora resolver alguns assuntos, mesmo tendo o dia livre do trabalho – para casa; normalmente ia de carro, e era uma distância considerável, no entanto, em um tempo agradável, não se importava de fazer o caminho. Com todo o ocorrido, andar o ajudava a pensar, e a aumentar seu cansaço quando chegava em casa, o fazendo ter apenas vontade de estudar e dormir quando se encontrava nela. Seu olhar vagava pela praça que passava, e repentinamente se retesou em um rosto familiar que o trazia lembranças levemente desagradáveis. Heike. No entanto, já digerira todas as informações possíveis sobre o porquê de ter apanhado, e de forma quase engraçada, não sentia raiva alguma do outro. Talvez fosse bom usar a oportunidade e esclarecer certas coisas, se nenhum comportamento violento viesse em sua direção.

    Se aproximou do banco onde o mais novo se encontrava, parando em frente a ele em uma distância minimamente segura. – Ei, Heike. Posso falar com você um minuto?
    avatar
    Heike_Walker
    Áries

    Mensagens : 171
    Data de inscrição : 26/02/2014
    Localização : Na casa do caralho

    Re: [#16] Não odeie a frô, ovelha

    Mensagem por Heike_Walker em Seg Mar 23, 2015 12:48 pm

    Os dias para o ariano estavam passando extremamente lentos, na própria opinião. Depois que conversara com Nero e Arthemis, havia se acalmado um pouco para a felicidade de todos.

    Não que tudo estivesse as mil maravilhas já que ainda estava muito chateado com Zion, com o Harold nem se fala, mas depois de uma confusão tão grande não poderia esperar menos, é claro. Dessa forma, se mantinha ocupado o dia inteiro na faculdade, na academia e no que fosse. Tinha até mesmo acompanhado Abel no shopping, o inferno na terra, para acabar não pensando demais. Era mais fácil dessa forma, assim durante a noite apenas caía exausto na cama e apagava completamente, em vez de ficar remoendo todo o ocorrido no peito novamente.

    Porém uma das aulas havia terminado mais cedo aquele dia, e sem querer ir para casa ou para qualquer lugar que geralmente ia, o jovem acabou em uma praça aos arredores do campus, sentado num banco entre as árvores. Era calmo de um jeito que normalmente talvez acabaria irritando ele, com crianças e pássaros e idosos. Mas naquele momento, brincando com um cigarro apagado entre os dedos, não fazia mais do que fitar a copa dar árvores a sua frente, vendo o vento balançar as folhas e as nuvens se moverem no céu por trás. Não pensava em nada realmente, tão distraído que sequer notou a aproximação de Rin, assustando-se um pouco.

    O fitou de forma demorada então, sentindo o rosto esquentar numa vergonha de si mesmo ao lembrar de como havia agido de forma impensada e machucado ele. Ainda estava com raiva, mas talvez devesse ter pensado melhor. Hmn, pode sim.. Senta aí. Devia desculpas a ele também.
    avatar
    Rin Damien
    Virgem

    Mensagens : 290
    Data de inscrição : 05/03/2014

    Re: [#16] Não odeie a frô, ovelha

    Mensagem por Rin Damien em Seg Mar 23, 2015 1:18 pm

    Com a pequena demora, pensou se seria melhor apenas continuar andando e desistir de ter aquela conversa, no entanto, enfim fora convidado para sentar ao lado do outro, e assim o fez. Sabia que Heike não era exatamente o exemplo de paciência, então não demoraria a falar, porém ainda precisou de alguns segundos para organizar os próprios pensamentos antes de começar. Passou o olhar brevemente pela paisagem, antes de respirar fundo e focar-se no mais novo. – Olhe... Achei que seria justo falar algumas coisas pra você, depois de tudo o que aconteceu. Primeiro, eu não tinha ideia alguma... De que Nero gostava de mim. Mesmo com tudo que aconteceu, pra mim ele era só um cara simpático, que acabou me ajudando em algumas situações esquisitas. Eu não tinha ideia de que qualquer coisa que eu fazia machucaria ele. Nunca foi minha intenção magoar ninguém. – Seu tom era baixo e suave, apesar de ter certa tristeza contida nele.

    - Inclusive, desculpe pelo que falei pra você lá, também. Eu não tinha o direito. E mesmo não sabendo exatamente suas intenções com o Nero, não te culpo pelo modo que você reagiu. Apesar de ter sido, talvez, um pouco exagerado. – Encostou-se melhor no banco, enfim desviando o olhar de Heike para focá-lo em um ponto qualquer, impondo mais firmeza nas próprias palavras. – E quero que saiba também que eu não quero nada com ele, nem vou dar qualquer esperança quanto a isso. Vou só, talvez, pedir desculpas. E, no assunto de gostar, eu também não quero absolutamente nada com Harold, e tenho ficado longe dele. É melhor do que ficar remoendo sentimentos próximo a alguém, principalmente a pessoa sendo daquele jeito. E já me sinto muito melhor com isso. – Era bom tirar aquilo do peito, também, mesmo que talvez fosse uma informação inútil ao outro loiro. Tendo finalizado o que queria dizer, apenas esperou qualquer reação.
    avatar
    Heike_Walker
    Áries

    Mensagens : 171
    Data de inscrição : 26/02/2014
    Localização : Na casa do caralho

    Re: [#16] Não odeie a frô, ovelha

    Mensagem por Heike_Walker em Seg Mar 23, 2015 2:54 pm

    Era um pouco desconfortável ficar sentado ao lado dele ainda sob a impressão de que ele era só um babaca que não valia nada, mas permaneceu em silêncio quando ele começou a falar, dando a chance dele se explicar, o que não havia feito antes de enfiar o punho em sua cara. As palavras baixas e suaves foram ouvidas com atenção, e quando ele finalmente terminou o ariano continuou em silêncio por um longo momento, pensando sobre tudo aquilo. Sentia-se ainda pior por ter agido por impulso agora, mas não havia muito o que fazer então.

    Me.. Desculpe por.. Te machucar. Finalmente começou, a voz baixa e sem graça ao que o loiro mais novo levava a mão a nuca, coçando o lugar de modo distraído. Eu.. Fiquei irritado pelo Nero. Não é justo da minha parte falar dele, mas... Enfim, você já sabe que ele gosta de você. E ver você em cima do Harold na cara dele, depois de tudo... Na hora nem pensei se você sabia ou não, eu só.. Foi sem pensar. Desculpa, mesmo. Por dizer tudo aquilo também.. Er.. Eu só.. Me importo muito com o Nero, mesmo que isso não justifique aquela violência.Tentou, corando um pouco sem jeito. Não ia sair admitindo os próprios sentimentos por aí, mas precisava se justificar de alguma forma. Não iria comentar nada mais específico quanto ao relacionamento do menor com o Harold, já que não tinha nada a ver com aquilo. Aquele desgraçado tem a boca grande demais para o próprio bem e conseguiu de uma vez só machucar as únicas pessoas que se importavam com ele. E saiu rindo ainda por cima. Comentou, dando uma risada seca e finalmente olhando para o rapaz ao lado.

    Você... Está bem, então? Questionou, tanto fisicamente quanto mentalmente. Não devia ser nada fácil para ele também, e ainda que o conhecesse desde novo não tinham muita intimidade um com o outro.
    avatar
    Rin Damien
    Virgem

    Mensagens : 290
    Data de inscrição : 05/03/2014

    Re: [#16] Não odeie a frô, ovelha

    Mensagem por Rin Damien em Seg Mar 23, 2015 4:22 pm

    - Sem ressentimentos. - Não achava que se importaria realmente se recebesse ou não um pedido de desculpas de Heike, mas ao ouvir o que era dito a si, um pequeno sorriso surgiu em sua face, junto a uma sensação de entendimento que nunca tivera previamente com o outro. O mais novo desde criança fora alguém que não pensava antes de agir, e talvez, admitindo os próprios erros, amadureceria aquele traço. Porém, ainda não era aquela situação que acabara magoando a todos, e apenas concordou em um aceno de cabeça com o que era dito sobre Harold. Às vezes se perguntava se ele sequer se importava em ter feito aquilo, e rapidamente chegava a conclusão de que não; ele achava que estava certo, e não se importava de ter todos se afastando dele, o que apenas levava Rin a refletir novamente sobre como gostara dele.

    - Sim. Continuo vendo Arthemis por aí, e acho que é a única coisa que realmente me importa, fora tirar a limpo esses assuntos que falei. – Mesmo que ela não estivesse bem, ao menos poderia servir de apoio. Concluiu, após ter tido tempo pra pensar, que ele próprio fora o menos afetado pelas palavras do albino, e que para o resto daquela casa a resolução seria muito mais complicada, apesar de acreditar serem capazes disto. – E você?
    avatar
    Heike_Walker
    Áries

    Mensagens : 171
    Data de inscrição : 26/02/2014
    Localização : Na casa do caralho

    Re: [#16] Não odeie a frô, ovelha

    Mensagem por Heike_Walker em Sab Abr 25, 2015 9:29 pm

    Quando o mais velho aceitou suas desculpas e sorriu, o ariano respirou com certo alívio e o fitou demoradamente, retribuindo o sorriso com outro pequeno. Era estranho ficar do lado dele de forma tão... Pacífica? Sabia que o que tinha feito era injustificável, mas Nero gostava dele. Não que fosse considerar ele como rival ou coisa do tipo agora, já que sabia não ter chance nenhuma com o moreno, mas mesmo assim... Era simplesmente estranho. Mais estranho ainda era pensar que ele e Harold estavam envolvidos de alguma forma. Quer dizer, ele tinha Nero aos pés dele e escolhia o escroto ridículo do albino? Talvez ele tivesse algum problema. Ou fosse o que chamavam de mulher de malandro, mesmo.

    Ah.. Que bom Rin. A Arthemis.. Ela está melhor? Conversei com ela depois do que aconteceu, mas depois não cheguei a ver ela, só nos falamos por mensagem algumas vezes.
    Comentou, distraindo-se dos pensamentos anteriores a medida que desviava o olhar para o parque. Não iria se meter na vida do loiro, já tinha feito isso o suficiente. Pelo menos ele sabia que tipo de pessoa Harold era, então não se viu inclinado a falar nada realmente. Eu? Questionou num murmúrio, respirando fundo e deixando o corpo afundar no banco. Estou de boa, apesar de não estar falando com meus dois melhores amigos e Nero ainda estar meio estranho comigo. Respondeu com sinceridade sentindo a garganta coçar na vontade de fumar, mas iria se conter na presença de Rin. Não gostava de fumar tão próximo a outra pessoa, sabia que isso incomodava. Não fazia diferença, no fundo, Heike estava muito melhor do que tinha esperado. A vida não para, né.
    avatar
    Rin Damien
    Virgem

    Mensagens : 290
    Data de inscrição : 05/03/2014

    Re: [#16] Não odeie a frô, ovelha

    Mensagem por Rin Damien em Dom Abr 26, 2015 9:02 am

    - Ela está bem melhor. Deve ter resolvido boa parte do que a incomodava, e agora trabalha sorrindo de novo. Se você ajudou nisso, obrigado. – Se anteriormente Arthemis estava uma bagunça, ela parecia ter voltado, se não completamente ao normal, ao menos com mais paz interior. Ficava feliz por sua amiga, e esperava que nenhum outro evento a deixasse em um estado caótico tão cedo. Ela era uma das mais afetadas com os assuntos, por além de a terem envolvido, terem causado brigas entre todos que ela considerava próximos; no entanto, a albina demonstrara a força que tinha ao se levantar novamente depois de, Rin sabia, muitas lágrimas.

    Se perguntava a definição de de boa que Heike tinha ao responder sua pergunta, não sabendo se era algum sarcasmo auto depreciativo ou se o mais novo realmente estava bem com a situação. Sabia que, ainda que ele não estivesse, com o tempo ficaria e o único conselho que poderia dar não ajudaria com alguém tão impaciente quanto o mais novo. E ainda assim, tentou, levantando-se do banco, não planejando ocupar muito mais o tempo do outro. – Daqui há alguns dias, vocês vão estar bem um com o outro de novo. Acredito que tenham capacidade o suficiente pra isso. E então, toda essa briga e sentimentos confusos vão parecer irrelevantes. Ou pelo menos, a maioria. Boa sorte, Heike. – Com o pequeno sorriso ainda em seu rosto e um aceno de cabeça, se despediu, voltando a seu caminho. Ninguém além de Arthemis e Nero naquela confusão era da conta dele, mas de alguma forma, esperava que todos ficassem bem. Menos, talvez, Harold.

    Conteúdo patrocinado

    Re: [#16] Não odeie a frô, ovelha

    Mensagem por Conteúdo patrocinado

      Tópicos similares

      -

      Data/hora atual: Qua Out 18, 2017 10:44 am