Fórum RPG somente para jogadores dentro o grupo. Caso tenta interesse em entrar, entre em contato com a administração.


    [#19] Fim dos Doki

    Compartilhe
    avatar
    Rin Damien
    Virgem

    Mensagens : 292
    Data de inscrição : 05/03/2014

    [#19] Fim dos Doki

    Mensagem por Rin Damien em Seg Mar 23, 2015 12:50 pm

    Aquele bar poderia ser próximo a sua casa, mas nos últimos tempos, Rin o havia evitado por um número de razões. Não sabia nem como começaria a falar com Nero sobre a situação que ocorrera na casa dos Wilhem, e apesar de achar a conversa necessária – e sentir que a devia para o moreno – não tivera exatamente a coragem de apenas aparecer no local de trabalho alheio e atrapalhar novamente a vida de alguém que, tinha certeza, já estava com um número suficiente de problemas. Já dos próprios, estava cuidando de seu jeito, deixando apenas as pendências que tinha com o outro no fundo de sua mente. Até então.

    Perguntara a Arthemis o horário em que o turno de Nero no estabelecimento terminaria, e conforme a hora se aproximava, fora até o local, o adentrando e localizando com o olhar quem procurava, ainda no bar. Aproximou-se lentamente, ainda hesitante por saber que provavelmente entraria em um assunto desagradável, o tom suave quando enfim chegara perto o suficiente para questioná-lo. – Oi, Nero. Posso falar com você quando acabar aqui?
    avatar
    taurusnero
    Touro

    Mensagens : 172
    Data de inscrição : 26/02/2014

    Re: [#19] Fim dos Doki

    Mensagem por taurusnero em Ter Mar 24, 2015 6:02 pm

    Às vezes Nero se perguntava o porquê de não conseguir controlar os próprios sentimentos. Sabia como fazer bem o trabalho de relaxar e contrair os músculos quando necessário, tinha um controle incrível dos próprios movimentos quando lutava, quando cozinhava e, até, quando parava para tocar um instrumento qualquer. Não era um péssimo dançarino, e, apesar da pouca noção de espaço, havia adquirido uma boa capacidade de se esquivar de pessoas ao correr atrás de promoções. No entanto, por mais que tivesse todo aquele controle corporal, não fazia a menor ideia de como lidar com o próprio emocional. Sequer sabia como decifrar o que vinha sentindo nos últimos dias, apenas sabia reproduzir a rotina diária, e dormir bastante, demais, muito mais do que o normal, e do que seria recomendado. Porém aquela era sua forma de lidar com suas confusões e súbitas crises de estresse, ainda que nada se solucionasse de forma eficaz após boas horas de sono.

    Como todos os outros dias, o índio parecia fora de si, como se sua mente vagasse em um ponto qualquer do universo, enquanto sorria automaticamente para quem chegava, reproduzia o pedido sem sequer absorvê-lo por completo, e agradecia à presença de quem quer que fosse o cliente, fisionomias sendo completamente ignoradas. Tal coisa estava prestes a se reproduzir, quando, enfim, não conseguiu ignorar a imagem que se colocara diante de si. A primeira coisa que reparara fora a voz, o tom conhecido fazendo com que o copo que limpava escorregasse de suas mãos e quase se espatifasse ao chão - fizera algum tipo de milagre louco para conseguir recuperar o objeto no ar, provavelmente parecendo um idiota em sua empreitada. Mesmo aliviado por não ter destruído algo do bar, seus olhos estavam tão enormes, que poderiam ser facilmente comparados a pírex, e não conseguiu fazer mais do que encarar Rin por alguns instantes, incerto do que dizer ou fazer.

    Ele sabia, afinal. Havia descoberto que Nero gostava dele. Ele ouvira com todas as palavras da boca de Harold. Seu estômago revirou desconfortavelmente, ao mesmo tempo que seus olhos perderam toda a expansão, e a surpresa sumiu de sua expressão. Bom, não tinha motivos para sentir-se tão ansioso. Sabia que, mais hora menos hora, o loiro iria aparecer em sua frente. Também tinha a singela impressão de que sabia o que ele diria a si... Pelo menos tivera um tempo considerável para se preparar, e era melhor ouvir o que quer que fosse o mais rápido possível. Seria um estresse a menos. Claro. Espere um momento. Vou só tirar o uniforme. Disse, antes de sumir para a área de funcionários, não demorando mais que quinze minutos para surgir em um visual muito mais desleixado que o de outrora, e muito menos arrumado que o seu de costume. Se não estiver com muita pressa, poderíamos conversar em outro lugar. Acho que o som alto vai atrapalhar... O que quer dizer. Sorriu levemente, ainda que fosse visível o próprio desconforto.
    avatar
    Rin Damien
    Virgem

    Mensagens : 292
    Data de inscrição : 05/03/2014

    Re: [#19] Fim dos Doki

    Mensagem por Rin Damien em Ter Mar 24, 2015 7:06 pm

    Agora que sabia dos fatos, o comportamento à sua frente, junto com muitos outros em sua memória que anteriormente pensara que foram por motivos completamente diferentes, fazia sentido.  Reconhecer a surpresa e o desconforto alheio pelo que eram apenas deixava a situação mais difícil, mas o comportamento de Rin não mudaria perante a Nero; apenas trataria o assunto com a sensibilidade merecida. Esperou que o outro se trocasse e meneou a cabeça em concordância com a sugestão, oferecendo um sorriso gentil em uma tentativa de reconforta-lo. Deixaram o bar, sem terem realmente caminho algum em mente, passando a caminhar pelas ruas próximas, também já conhecidas pelo loiro. Havia apenas uma brisa leve naquela noite, e deixou seus pensamentos se organizarem por alguns minutos antes de começar a falar.

    - Nero... Eu sei que pode parecer estranho dizer isso. – Afinal, não era culpa do médico não ter notado os sentimentos do outro, mas era algo que sentia verdadeiramente. – Me desculpe. Por não ter percebido nada. Por não ter podido evitar algumas situações que, com certeza te machucaram. – Foi diminuindo o passo até finalmente parar, esperando o maior fazer o mesmo, e apenas continuando ao encontrar o olhar alheio, a voz mais firme do que estivera anteriormente. – E você é bom demais para se magoar tanto só por gostar de alguém. Desculpe também, por não corresponder seus sentimentos. Mas agora tendo isso dito, espero que abra espaço pra você encontrar alguém que te faça feliz, porque... Você merece. Entendeu?

    Tinha impressão que soara quase autoritário na pergunta, no entanto, sentira que conseguira passar para Nero tudo o que queria. Não tinha ou nunca tivera qualquer sentimento além de certa admiração pelo moreno, e mesmo estando gradualmente superando sua queda por Harold, não era algo simples para si gostar de alguém. Nem sabia como acontecera com o albino, em primeiro lugar. Não tinha nenhuma capacidade, também, de forçar-se a ter algo com quem fosse só para ver no que daria a possibilidade. Era alguém que não via necessidade de relacionamentos e trabalhava muito bem sozinho, apenas com a companhia de poucas amizades que obtivera ao longo da vida. Contudo, Nero não deixava de ser uma ótima pessoa, tendo demonstrado repetidamente o fato enquanto estava ferido emocionalmente. Se alguém assim não merecia achar a própria felicidade, Rin não sabia quem merecia.
    avatar
    taurusnero
    Touro

    Mensagens : 172
    Data de inscrição : 26/02/2014

    Re: [#19] Fim dos Doki

    Mensagem por taurusnero em Qui Abr 09, 2015 10:36 am

    Não era como se conhecesse muito de Rin, ou que soubesse como ele lhe diria as coisas que tinha a dizer, mas sabia bem que ele não demoraria muito a começar a falar, por isso nem se preocupou em pensar para onde ir. Apenas continuou a caminhar até começar a ouvir o mais velho, seus passos lentos o suficiente para acompanhá-lo.

    As primeiras palavras o surpreenderam. Não imaginava que receberia um pedido de desculpas da pessoa que gostava, e por algo tão estranho quanto o fato dele não ter percebido que gostava dele. Se bem que... Se parasse para pensar, imaginava ser capaz de fazer o mesmo por alguém, então não deveria se sentir no direito de achar aquilo estranho. Encolheu os ombros, cessando o caminhar junto ao menor, seu olhar caído para encará-lo adequadamente enquanto o ouvia, mostrando o respeito que julgava que o outro merecia.

    E, por mais que não se impressionasse com o que lhe foi dito, ainda sentiu uma sensação desagradável correr seu corpo ao ser finalmente rejeitado. Desviou o olhar brevemente, afundando as mãos grandes nos próprios bolsos, antes de coçar as costas de sua canela com o pé, em um gesto desconfortável. Porém, ao mesmo tempo que se exibia daquela forma, não resistiu a abrir um sorriso mínimo, tão gentil quanto sempre agia perto do loiro pequeno. Como posso me sentir mal com uma rejeição como essa? Riu breve, encolhendo os ombros mais uma vez, antes de voltar a caminhar, chamando-o consigo com um movimento da cabeça. Rin, você já me rejeitou, mas me permita...

    Forçou o olhar a continuar no caminho que seguia, o rosto ganhando uma tonalidade avermelhada, ainda que suave. Precisava dizer, precisava por o que sentia para fora antes de, enfim, aceitar sua realidade de vez. Ahn... Você sabe, mas eu gosto de você. Só queria... Bem, eu sempre soube que nós não daríamos certo. Piscou, estreitando levemente o olhar pro nada, antes de suspirar, coçando a própria nuca. Digo, eu realmente queria ter algo contigo, mas você nunca reparou antes e eu... Bem, não sou muito corajoso para essas coisas, só... Bêbado?! Então riu, desajeitado, lembrando do que acontecera na última vez que bebera. A-apenas queria que ouvisse de mim, e não só pela boca de Harold.

    Parando de súbito, o moreno se colocou na frente do loiro, fitando-o diretamente nos olhos azuis, uma determinação constrangida no próprio olhar. Eu gosto de você. E após uns momentos de silêncio, voltou a sorrir, muito mais aliviado do que pensara que se sentiria após tudo que acontecera. Obrigado por ter vindo conversar comigo, me sinto mais aliviado agora.

    A mão grande seguira aos fios do loiro, bagunçando-os de leve em um gesto típico seu, sua forma de demonstrar carinho. Agora, me deixe comprar algo pra você comer, já que veio tão tarde aqui. E não deu espaço para o outro negar, seguindo a um café próximo dali.
    avatar
    Rin Damien
    Virgem

    Mensagens : 292
    Data de inscrição : 05/03/2014

    Re: [#19] Fim dos Doki

    Mensagem por Rin Damien em Qui Abr 09, 2015 4:37 pm

    Tentava transmitir a empatia que sentia quanto aos sentimentos alheios em um pequeno sorriso. Rejeição nunca era algo agradável, e por mais que estivesse tentando diminuir o impacto – mesmo cada palavra sendo verdadeira – ao menos tudo estaria finalmente esclarecido entre os dois.  Voltou a andar ao lado de Nero quando fora chamado, escutando-o em silêncio, parando novamente ao ter a caminhada interrompida pelo outro se postando à frente de si. Ele estava tirando tudo o que precisava do peito, e o loiro não conseguia evitar o pensamento; seria tão mais fácil se conseguisse corresponder aos sentimentos do maior. Gostar de alguém que conseguia ter uma sinceridade e pureza tão simples no que dizia, que se importava consigo e tinha a cabeça no lugar certo.

    É claro, não comentou tal coisa em voz alta, sendo completamente desnecessária para o momento. Não podia escolher por quem nutria sentimentos, e é claro que a própria decisão final naquilo não mudaria. Meneara a cabeça em concordância minimamente com o agradecimento, afirmando que entendia e que, de certa forma, o alívio era mútuo. Seu sorriso era sereno ao ter os fios bagunçados, e mesmo que o maior não tivesse dado espaço para negar, ainda respondeu o questionamento feito. – Certo, vamos. – Morava por perto e era algo que poderia facilmente negar, mas enquanto o seguia, esperava que aquilo pudesse se tornar uma amizade decente; algo que talvez tivesse sido impedido anteriormente pelos sentimentos alheios e pela própria falta de tato. Era um começo.

    Conteúdo patrocinado

    Re: [#19] Fim dos Doki

    Mensagem por Conteúdo patrocinado


      Data/hora atual: Sab Dez 16, 2017 7:58 am